sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Mercado de Luxo no Brasil


Estima-se que até o final de 2010 uma Ferrari será comprada por um Brasieliro a cada 35 dias. E mesmo assim não é o mesmo que consumira nas lojas de Diane Von Furstenberg, CH Carolina Herrera e Aston Martin, sem esquecer-se daquelas marcas que tiveram seu lançamento este ano como as novas butiques da Loius Vuitton e da Cartier.

O mercado de luxo irá deixar os donos de cartões de créditos felizes, o cliente de luxo tem um gasto médio de quase R$ 3,5 mil por compra, o brasileiro deste mercado irá impulsionar cerca de 50% das vendas das dezenas de marcas desta forma caracterizando o melhor ano para o mercado de luxo.

Em plena crise financeira do ano passado o universo do luxo faturou cerca de US$ 6,5 bilhões no Brasil. Isso equivale a 8% em relação a 2008 que faturou US$ 6 bilhões (dados: GKF Brasil e MCF Consultoria). O Brasil recebeu em 2009 outras grifes do alto luxo como: Hermès, Missoni, Christian Louboutin, Bentley, Lamborghini e Bugatti, o investimento passa dos US$ 830 milhões. O número de veículos importados sofreu um avanço de 30,9%, segundo os dados da Anfavea (da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

“Crescemos muito mais do que o mercado de automóveis como um todo, até porque as classes A, AA e AAA são menos afetadas na postura de compra do que outras classes” diz Thiago Lemes, gerente de Produto Importação da Audi no Brasil.
A Audi lançou em 2008 o modelo R8 V10 esportivo a um preço de R$ 696 mil cada. Já na primeira semana foram vendido quatro unidades.

Mesmo com a tributação passando dos 100% para os artigos de luxo (Carros, relógios, joias ou sapatos) não foi problema algum para as empresas. O valor dos importados de luxo sejam carros, relógios, joias ou sapatos, sofre tributação superior a 100%. E vale ressaltar que as empresas ainda apostam em um crescimento de 73% nas vendas. Como é o caso da Jaguar. Quem acompanha o mercado percebe que o crescimento econômico brasileiro auxilia e favorece o crescimento das marcas de luxo no país.


“Com um cenário positivo, mais gente se interessa por comprar um carro de luxo”, diz John Peart, presidente da Jaguar na América Latina.


Seguindo a mesma linha do mercado a marca Aston Martin, famosa pelos carros dos filmes de James Bond acredita no mercado promissor que é o Brasil. Com o mercado de luxo crescendo temos outras marcas aportando aqui como: Gucci (Yves Saint Laurent e Bottega Veneta).


O mercado ainda está em franca expansão. Em 2009 detinha mais milionários que Australia e Espanha, chegando a ocupar a décima posição em contas bancarias com mais de US$ 1 milhão. Mas devida a uma concertação mais equilibrada e distribuída na Austrália. Já em 2010 a Austrália passou o Brasil em números de pessoas milionárias. Mas, devemos ressaltar que em quantidade de dinheiro entre essas pessoas a média do milionário Brasileiro é de US$ 30 Milhões.


Hoje, o Brasil consta com 18 bilionários. Segundo a Forbes. O melhor posicionado é Eike Batista que ficou com a oitava colocação.