quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Quais são as etapas para receber um investimento?



Quais são as etapas para receber um investimento?
Para obter um investimento podemos seguir algumas etapas, para que ambas as partes o empreendedor e o investidor, ambos passem a ter uma visão e um entendimento mutuo do negócio.
Etapas
1. Pitch – Apresentação rápida do negócio
Apresentar o negócio a vários investidores de forma rápida sucinta e objetiva.
Dicas:
·         Elimine tudo que for historinha, enrolação seja claro e objetivo. Isso chama atenção dos investidores
·         Antes de apresentar converse com as pessoas, explique para elas o que seria seu produto, o caminho mais fácil é ir ao mercado e coletar informações antes de desenvolver um produto.
·         Trazer elementos do mercado que validem seu projeto pode dar sustentação.
·         Não fique no “achismo”, procure se informar e ter dados concretos.
·         Ideia boa tem um monte no mundo! “Um chinês já teve essa ideia! Pode ter certeza!”
·         Conheça seus concorrentes.
·         Tenha já consumidores do seu produto ou serviço, pode ser um grande passo.
Não passou?
·         Peça feedbacks dos investidores
·         Questione o máximo que puder os investidores e peça dicas.
2. Reuniões – Segundo passo! Apresentação mais completa
Os investidores ficaram interessados!
Um bom passo!
Agora é que começa a se aprofundar as conversas. Você terá que dar detalhes da empresa, estratégias de vendas, de investimento, prazos de retornos esperados e o modelo de gestão que pretende utilizar. Um plano de investimento e cronogramas são boas ferramentas para mostrar as possibilidades de andamento da empresa.
Dicas:
·         Não encha linguiça
·         Todos os gráficos e dados que trazerem mostre o objetivo e a conclusão que chegou.
·         Lembre-se inovação é algo mais complexo do que estão usando por ai.
·         Faça uma pesquisa com clientes e entenda oq eu ele realmente precisa.

3. Term sheet - Termo de compromisso
Avançou mais uma fase?
Parabéns! Chegou a hora do primeiro compromisso!
Serão negociados diversos temas, condições do negócio, capital investido, participação do investidor, as formas de relacionamento entre investidor e empreendedor e principalmente as condições de saída do investidor ou desistência do projeto. A mortalidade de startups é alta, ainda mais no Brasil que os recursos e está forma de trabalho estão chegando agora. Então se atende às condições. O documento é chamado de Term Sheet ou MOU (Memorandum of Understandments).  Um termo de compromisso entre as partes envolvidas.
4. Due diligence - Avaliações externas
Próximo passo! Está indo bem!
Uma auditoria contratada irá avaliar o negócio em todas as áreas, financeiras, contábeis, fiscais e aspectos legais. Uma consultoria para uma avaliação de mercado ou produto e serviço pode ajudar a estruturar as formas de atuações, analisar os concorrentes e trazer mais informações para detalhar os serviços e produtos primordiais, assim como possíveis gargalos e características especificas do mercado onde a empresa irá estar inserida.
Paralelamente escritórios de advocacia irão cuidar da redação dos contratos finais de investimento.
5. Assinatura
Parabéns! Você tem um investidor anjo!
Após as etapas chegou a hora de assinar o contrato de investimento, Lembrando sempre que devem estar preparados para cenários bons, médios ou ruins! Termos de saída do investidor e rompimento do contrato devem ser estudados. Assim como as formas de lucros e participações de cada um no negócio.




Gostou? Que tal valorizar nosso trabalho?