sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Concentração de Mercado: Caso Pão de Açúcar - Casas Bahia





Nesta sexta feira (04/12/09) a CBD (Companhia Brasileira de Distribuição), controladora do grupo Pão de Açúcar, anunciaram uma associação juntamente as Casas Bahia. Mal ocorrido o pronunciamento e já se observava a alta das ações do Pão de Açúcar e da Globex (atual controladora da rede Ponto Frio, também pertencente ao grupo de Abilio Diniz.


Esta associação nos indaga duas questões de mesmo objetivo. Primeiramente me pergunto se com a CBD tendo também o controle da rede Casas Bahia terá o aval do CADE para tal aprovação de concentração de mercado? A meu ver, esta parceria, fusão, ou seja, lá como chamemos, poderia causar ao mercado de distribuição de produtos eletroeletrônicos uma concentração nociva a novos entrantes e até mesmo as empresas já estabelecidas. Não consigo pensar em nenhum bem social que isto possa gerar, pelo contrario, até mesmo as empresas produtoras de eletroeletrônicos poderiam ser prejudicadas no processo.


Por sua vez, ao consumidor, resta apenas aguardar. Apesar de esta junção unificar em uma única empresa o poder de distribuição de produtos eletro-eletrônicos por suas mais de 1800 lojas (depois de unificados) para as diversas classes sociais distintas - de A E - o que se pode esperar é um possível aumento de preços. Com a baixa concorrência, o grupo passará a ser um criador de preço, tendo uma posição mais confortável para expandir suas margens de lucratividade. Portanto, caberá ao consumidor impedir que isto ocorra.


Tarefa esta difícil, mais não impossível. Com a internet, há muito mais possibilidade dos consumidores compararem preços e qualidade dos produtos que desejem adquirir, principalmente neste setor de bens. Por serem produtos praticamente padronizados - que possuem suas especificações discriminadas - será possível comparar preços de um mesmo produto em diferentes lojas de modo mais rápido, diminuindo, então, a possibilidade de aumento de preços ocasionado pela concentração de mercado.