terça-feira, 7 de junho de 2011

Empresas ampliam áreas de inteligência de mercado



A área de INTELIGÊNCIA DE MERCADO praticamente inexistente nos organogramas das empresas ganha espaço a cada dia. As novas tecnologias impactaram para grande parte deste crescimento, o grande volume de informações geradas pelas diversas redes sociais e ainda o crescimento do mercado interno. Este crescimento fez com que a contratação de profissionais especializados nesta área cresceu 35%, segundo Valor Econômico.

As equipes de pesquisas captam a informação, enquanto a área de INTELIGÊNCIA DE MERCADO analisa e relaciona com o negócio. No setor de varejo, telecomunicações e bens de consumo entrou em evidência, está área é responsável por analisar o posicionamento dos clientes e captar o conhecimento para validar as ações de mercado e ainda gerar valor e oportunidades. Está área prepara a empresa para entrada de novos consumidores e analisa o real impacto das novas tecnologias, dessa forma conhecendo melhor o mercado consumidor e os diversos tipos de clientes.

A consultora da DM Executivos, Glenda Moreira, afirma que: “..as oportunidades para profissionais da área,normalmente vinculadas á diretoria de marketing, eram pontuais e concentradas em posições operacionais até o ano passado. Desde então, o recrutamento para executivos qualificados começou a crescer, dessa vez mais focado em posições de gestão. As áreas de pesquisa e inteligência são estratégia. Elas fornecem desde tendências de mercado até as ações dos concorrentes e dos consumidores.”.

Adriana Cambiaghi, gerente da Robert Half, diz que: ” a área de inteligência de mercado é uma das mais aquecidas dentro do marketing - e que deve registrar um dos melhores desempenhos em 2011. As empresas estão começando a entender a importância disso para o negócio. Ainda há uma certa resistência a ouvir o que esses departamentos têm a dizer, mas isso tende a se dissipar.”.

A diretora de inteligência de mercado e consumidor da VIVO confirma: "Grande parte do trabalho do profissional de pesquisa e inteligência é mostrar a relevância da área para a empresa. A executiva afirma que, há alguns anos, a atuação nesse mercado se resumia à chamada inteligência competitiva responsável por monitorar as ações dos concorrentes. Hoje, nos pautamos por questões mais estratégicas como marca e relacionamento com os clientes", afirma.

Uma área interessante para os novos profissionais de marketing se especializarem, e ainda buscar rapidamente seu espaço dentro das organizações. Um fato interessante é que a nova geração já está integrada a essas novas tecnologias e sabem muito bem administrá-las. Outro dado relevante é que para esse setor os salários são relativamente melhores, muito pelo fato de faltar profissionais qualificados em INTELIGÊNCIA DE MERCADO.

AUTOR EDUARDO COCO