sexta-feira, 29 de maio de 2009

O Sistema Bimetálico que vigorou entre 1820 a 1870


Sistema Bimetálico

O sistema bimetálico, que vigorou entre 1820 a 1870, era aquele em que o ouro e a prata estavam em circulação. Os paises que adotaram esse sistema exerciam o papel de conectar os paises que somente usavam o padrão ouro e aqueles que somente usavam o padrão prata.


Esse sistema apresentava algumas fragilidades, pois não era fácil manter essas duas moedas em circulação, uma vez que a pratica de arbitragem era favorecido. Essa pratica consistia na tentativa de enriquecimento através da exploração das taxas de cambio entre os diferentes paises. Isso ocorria, pois o preço de um metal em relação ao outro estava acima da proporção de sua utilização na cunhagem das moedas. Assim os especuladores importavam prata e exportavam ouro, até que todas as moedas de ouro saíssem do país, esse movimento era conhecido como a lei de Greshan: quando se tem duas moedas no país à “ruim” expulsa a “boa”.

Um exemplo dessa pratica era :
Um dado pais matinha a paridade de 1 de ouro para 16 de prata, e em outro pais a paridade era 1 para 15,5, então neste pais trocava-se prata por ouro e depois o especulador vai ate o primeiro pais e troca o ouro por prata, assim tem-se um ganho de 0,5 de prata. No país que tem a paridade de 1 para 15,5 a tendência é então a saída do ouro.


Que foi o que ocorreu na Inglaterra, toda sua prata era exportada, e para tentar impedir isso o país tentou subir o preço da prata e diminuir o preço do ouro, mas não foi suficiente pra impedir a lei de Greshan. Até que ela se viu inundada por ouro, o que junto com a Revolução Industrial, contribuiu para que esta adotasse unicamente o padrão ouro.


Apesar disso, esse sistema se manteve por causa das externalidades em rede, ou seja, um padrão monetário em comum que simplifica no comércio e a tomada de empréstimo no exterior. Dessa forma era inviável alterar esse sistema de uma hora para outra.


E além do mais, esse sistema permaneceu durante os anos 70 e 80 por que era mais fácil de fracionar as moedas para as trocas cotidianas. Antes do advento de maquinas à vapor, não era viável a adoção de um padrão que apenas levasse em circulação moedas de ouro, uma vez que estas tinham um valor muito alto em relação as trocas cotidianas, enquanto as moedas de prata tinham um valor menor. Ademais, esse sistema permitia a negociação tanto em paises que operavam com o ouro como em paises que usavam a prata (ex: India ).

Podemos ainda, citar alguns abalos que contribuíram para a queda desse sistema e a implementação do sistema de padrão unicamente baseado no ouro, como, por exemplo, a revolução industrial, que tirou o obstáculo técnico da utilização de moedas de ouro, e a guerra Franco-Prussiana, que obrigou a França, Itália, Rússia e o Império Austro- Húngaro a suspender a conversibilidade.